Aguarde por favor...
A página está a ser carregada

História dos ovos da Páscoa

26 de Março de 2013 em Sobremesas

Classificação: 4
por 3 pessoas

  • Imagem de História dos ovos da Páscoa

Descubra a verdadeira história dos ovos da Páscoa. O ovo é o símbolo do nascimento e da criação. Nesta época de Páscoa tão acarinhada por todos os cristãos, este símbolo ganha ainda mais história e pode ser encontrado em praticamente todas as casas, quer seja de chocolate ou nos deliciosos folares.

A história dos ovos da Páscoa cruza-se com o sentido cristão desta época festiva.

A Páscoa celebra a morte e a ressurreição de Cristo por essa razão é uma época de reflexão sobre a vida e o seu significado.

O ovo simboliza o nascimento e a vida que retorna e é neste ponto que a simbologia do ovo toca na época Pascoalina.

O costume de oferecer ovos embelezados como presente surgiu na antiguidade. Mas a verdadeira origem deste costume nasceu no Oriente. Os ovos eram cozinhados com casca de cebola e beterraba, ao serem retirados do fogo apresentavam bonitos desenhos na casca. Estes ovos eram depois distribuídos como oferenda na festa da primavera.

Do oriente a tradição chega à Mesopotâmia, os ovos eram pintados e embelezados para depois serem ofertados na Páscoa. Os Egípcios e os persas transformavam os ovos em obras de arte e ofereciam aos familiares e amigos no início da nova estação.

Na Europa em países como Inglaterra, os ovos representavam a alegria e renovação da vida, por essa razão eram pintados e decorados com mensagens de alegria e amor.

O ovo de chocolate surgiu pela mão de pasteleiros franceses que substituíram o duro ovo por chocolate delicioso.

Desde o século XIX que os ovos são vistos como presentes e oferecidos a crianças, mas nos nossos dias existem ovos de chocolate, com diferentes tamanhos, sabores e brindes, que fazem as delícias dos miúdos.

Um costume engraçado que se perdeu foi o de esconder ovos para que no dia de Páscoa os miúdos procurem pelo quintal, pela casa, ou nos jardins, na esperança de encontrar um mimo especial.

Depois da morte de Jesus Cristo, os cristãos aclamaram esse hábito como recordação da ressurreição e no século XVIII a Igreja adotou-o oficialmente, como símbolo da Páscoa.

Comente a dica História dos ovos da Páscoa

Ser membro tem muitas vantagens

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por kozinharte.com e pelos nossos Parceiros